DISCUTINDO ESTILOS DE APRENDIZAGEM COM TECNOLOGIAS DO PROJECTO OPENLEARN PARA VIDEOCONFERENCIA E MAPEAMENTO DO CONHECIMENTO

Daniela Melaré Vieira Barros, Lila Santos

Abstract


RESUMO:

Este artigo visa discutir sobre estilos de aprendizagem para subsidiar práticas pedagógicas e processos de aprendizagem com as tecnologias do projeto OpenLearn: FlashMeeting para webconferência e Compendium para mapas do conhecimento.  Nosso foco de pesquisa é identificar quais são os  recursos destas duas tecnologias e ações pedagógicas que podem favorecer diferentes estilos de aprendizagem. Nossa fundamentação teórica baseia-se na aprendizagem aberta, onde os aprendizes conduzem o seu processo de aprendizado e no conceito de estilos de aprendizagem como preferências e tendências de cada aprendiz que influenciam em sua maneira de apreender um conteúdo. A metodologia de pesquisa utilizada é um estudo de caso com análise qualitativa. Neste estudo, analisamos uma webconferência e mapas desenvolvidos numa comunidade de pesquisa aberta (OpenLearn CPLP) nos quais os participantes – educadores, pesquisadores e aprendizes – discutem sobre estilos de aprendizagem e tecnologias.  Os resultados nos possibilitam entender que numa comunidade de aprendizagem aberta, a discussão e a reflexão –  tanto entre a equipe pedagógica como de aprendizes –  sobre os diferentes estilos de aprendizagem podem favorecer um maior aproveitamento dos recursos tecnológicos visando enriquecer mais o processo de aprendizagem.  


Keywords


estilos de aprendizagem, tecnologias, videoconferência e mapas do conhecimento

References


Alonso, C. M.; Gallego, D. (2000) Aprendizaje y ordenador. Madrid: Dykinson.

Alonso, C. M.; gallego, D. J.; Honey, P. (2002) Los estilos de aprendizaje: procedimientos de diagnóstico y mejora. Madrid: Mensajero.

Barros, D. M.V. (2007) Tecnologias de la Inteligência: gestión de la

competência pedagógica virtual. Madrid: Popular.

Buckingham Shum, S. (2007) From Open Content Repositories to Open Sensemaking Communities. 2005. Acessado em Março de 2008. In

Cedergren, M. (2003). Open content and value creation. First Monday, 8,(8,). Acessado em Março de 2008. In

http://www.firstmonday.dk/issues/issue8_8/cedergren/ >.

CPLP. Mapeando conhecimentos com a Aprendizagem Aberta. Acessado em Março de 2008. In

Garcia Cué, J.L. (2007) Los estilos de aprendizaje y las tecnologías de la información e de la comunicación em la formación del profesorado. Tesis Doctoral, UNED.

Okada, A. (2007) Novos Paradigmas na Educacão Online com a

Aprendizagem Aberta. Proceeding of Challenges2007. Braga, Portugal.

Okada, A.; Tomadaki, E.; Buckingham Shum,S. and Scott, P.(2008a, forthcoming). Fostering Open Sensemaking Communities by combining knowledge maps and videoconferencing. NOVATICA Journal.

Okada, A. (2008b). Estratégias de webconferência com FM na

aprendizagem aberta. XIV ENDIPE - Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino PUCRS Brasil

Reagle, J. (2007). Open content communities. M/C: A Journal of Media and Culture, 7. Acessado em Março de 2008. In .

Willinsky J. (2006).The access principle: the case for open access to research and scholarship. Cambridge: MIT Press.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.